A importância da comunicação interna nas organizações

Em uma publicação anterior, falámos sobre situações que afetam negativamente o ambiente de trabalho nas empresas e mencionamos que erros nos processos e políticas de comunicação e na falta dos respectivos canais internos de divulgação causam confusão e desinformação entre os colaboradores. Isso tem um impacto direto na produtividade individual e do grupo, porque as falhas neste aspecto podem causar uma alta rotatividade do talento humano da empresa.

A comunicação interna é uma ferramenta estratégica nas empresas, uma vez que, através de um bom uso da informação corporativa, podemos transmitir corretamente aos funcionários os objetivos e valores estratégicos promovidos pela organização, o que gera uma cultura de propriedade, lealdade e um senso de pertence à empresa pelo seu talento humano que se sente motivado e valorizado por conhecer claramente os princípios e desafios que a empresa enfrenta.

Naturalmente, a comunicação nas empresas sempre existiu, uma vez que a informação circula através dos funcionários, chefes e gerentes, mas nem todas as empresas estão conscientes da necessidade de implementar uma política sólida e dinâmica de gestão da informação que envolve todos os membros da organização, como uma resposta estratégica à complexidade das mudanças e desafios da gestão de uma empresa, qualquer que seja seu tamanho, durante esses tempos de alta competitividade e crises econômicas que vão e vêm e isso não permite erros desse tipo.

O talento humano é o motor real que se move e produz os resultados das empresas e para não perder competitividade, você deve sempre manter os melhores. Por esse motivo, para aumentar o desempenho e a motivação dos colaboradores, devemos fazê-los sentir-se integrados e em consonância com a filosofia da organização através da circulação clara de mensagens que transmitam valores, visão, missão, objetivos e estratégias corporativas.

Avalie o clima laboral de sua organização perguntando a quem melhor a conhece: seus colaboradores!

Uma política de comunicação adequada deve abranger a difusão de informações precisas sobre o que está acontecendo dentro da empresa, para evitar rumores externos destrutivos espalhados pelos mídia ou pelos competidores, em questões como cortes de pessoal, demissão de altos funcionários , falências, vendas ou alianças de empresas. Também deve incluir a divulgação dos resultados e indicadores de gestão e o estabelecer canais para a resolução de problemas ou situações que surjam entre os colaboradores ou com os gestores dos diferentes departamentos.

A estratégia de comunicação deve ser sempre bidirecional, isto significa estabelecer um diálogo constante entre colaboradores e superiores e não pensar que os primeiros são sujeitos simples que recebem ordens ou escutam informações. É necessária uma interação constante e colaborativa entre funcionários e gerentes. O feedback e a avaliação conjunta das funções e dos indicadores de cumprimento entre todos os envolvidos joga um papel fundamental na satisfação e motivação do talento humano.

Clarificando os aspectos que devemos incluir na nossa estratégia de comunicação, o próximo passo é estabelecer os canais para torná-lo eficaz. Métodos tradicionais, como outdoors, convenções anuais ou semestrais, circulares e reuniões informativas são sempre válidos para alcançar o objetivo, mas também podemos contar com outras ferramentas mais inovadoras e em linha com a época da tecnologia da informação em que viviemos.

O estabelecimento de uma rede interna de comunicação, ou intranet, ou a realização de videoconferências são recomendados pelo seu imediatismo e pela possibilidade de interação que permite motivar o talento humano de forma moderna e eficaz. As revistas internas também são um método interessante, eficaz e dinâmico que permite que os funcionários colaborem e, se eles forem rigorosamente desenvolvidos, geram confiança e credibilidade entre a organização o que permite difundir informações de todos os tipos sobre a organização, benefícios para funcionários e as últimas notícias sobre o campo de ação da empresa.

Sendo assim, a comunicação interna nas organizações é hoje um dos maiores desafios no auge da sociedade da informação. Se não nos preocuparmos com a apropriação de nossos colaboradores e os mantivermos informados sobre a empresa será difícil responder de forma competitiva e satisfatória aos pedidos dos clientes e daremos um passo atrás no estabelecimento de um ótimo ambiente de trabalho que permita fortalecer a produtividade das empresas.+

Avalie o clima laboral de sua equipe facilmente e aumente a produtividade e a retenção de talentos em sua organização

Solicite agora uma demostração grátis e conheça o que a Acsendo pode fazer para melhorar o desempenho de seus colaboradores

Você pode gostar:

Por quê deveria fazer entrevistas de saída em sua empresa

Tal como muitos outros jovens da minha idade, passei por muitos trabalhos. Em alguns me senti melhor do que outros devido ao clima organizacional e o cargo que desempenhava, mas posso dizer que ter passado por cada uma dessas empresas me deu importantes lições para ser um melhor profissional.

Três qualidades do colaborador ideal, segundo o CEO do LinkedIn

Os gestores concordam na necessidade de contratar funcionários com alto potencial, capazes de alcançar as metas que a organização projetou. No entanto, é difícil encontrar pontos em comum quando se trata de identificar as qualidades que fazem de um colaborador um aliado estratégico capaz de ajudar...