Os CEOs: um obstáculo na transformação digital nas organizações

A tecnologia evoluiu incrivelmente nos últimos anos e se converteram em um valioso instrumento para impulsionar o desenvolvimento das organizações e dar um valor acrescentado na hora de enfrentar os enormes desafios financeiros, de marketing e operacionais que o mercado e os consumidores impôem. No entanto, são muitas as empresas que não entraram em cheio na adoção de tecnologias e na maioria dos casos a causa é surpreendentemente o nulo ou pouco interesse de seu CEO para as implementar.

Uma investigação chamada Adoptar a tecnologia digital: Um novo imperativo foi feita pela Escola de Administração Sloan de Massachusetts Institute of Technology em conjunto com a consultora tecnológica francesa Capgemini e destaca a necessidade urgente de implementar a transformação digital nas organizações como um elemento chave para impulsionar significativamente as vendas e novos negócios das empresas.

A transformação digital se refere ao processo de adoção das novas tecnologias digitais para conseguir um aumento real na produtividade e desempenho das organizações. Esta transformação implica uma mudança na visão de negócios mediante o uso de dispositivos móveis, redes sociais, marketing web, uso de Big Data e análise e monitoramento de resultados através de software especializado.

O estudo do MIT e Capegemini indica que os CEO não estão facilitando o processo de transformação digital e de adoção das tecnologias como ferramentas para melhorar a produtividade nas organizações. O estudo incluiu a realização de entrevistas a 1500 presidentes e executivos de todo o mundo e mostra que 64% dos CEO não estão envolvidos nos processos de transformação digital, enquanto 95% dos funcionários lá está.

Sabemos que os CEOs são os responsáveis por supervisionar a execução das estratégias de suas organizações e por essa razão, quando uma empresa decida adotar um processo de transformação tecnológica seu CEO terá a missão de articular sua equipe de talento humano em torno da iniciativa, criar um cronograma para o conseguir e liderar o processo com uns objetivos que possam realmente ser conseguidos e se medir para estabelecer sua evolução.

Quanto aos níveis de adoção e implementação de tecnologias o estudo indica que apenas 15% das organizações estão na categoria de elevada sofisticação tecnológica, isto quer dizer que estão seguras do potencial e benefícios que as novas tecnologias oferecem e que as exploram eficientemente conseguindo resultados rápidos.

6% das empresas estão no grupo que implementa com rapidez as tecnologias mas não tenham uma visão nem plano de desenvolvimento adequado e efetivo na hora de tirar proveito deles. Pelo contrário, 16% das empresas adotam e gerenciam as tecnologias eficazmente mas sua implementação é demasiado lenta e não permite os melhores resultados.

Finalmente, encontrámos o dado mais relevante do estudo visto que 66% das empresas são estagiários na implementação e uso das tecnologias, e na maioria dos casos essas tecnologias não correspondem a nada mais do que o gerenciamento do e-mail e alguma rede social.

Este panorama nos demonstra quão lento e em alguns casos inexistente é o processo de transformação digital que as empresas estão levando a cabo, o que tem visíveis consequências negativas na produtividade e competitividade com respeito às organizaçõs que se aproveitam das múltiplas vantagens que um processo planejado e eficaz de adoção e de colocar em marcha de tecnologias para impulsionar suas atividades e alcançar mais rapidamente suas metas corporativas.

Os CEO das empresas deveriam ser conscientes da importância de adotar uma visão estratégica da tecnologia como um aliado excecional para melhorar os processos produtivos de seus negócios. Um bom primeiro passo para conseguir sucesso no processo de transformação  digital é identificar os pontos mais fortes e fracos da empresa para fortalecer e melhorar por meio de ferramentas digitais adequadas a cada necessidade.

Um CEO apático e desinteressado com respeito às tecnologias se converte em um obstáculo para desenvolver uma visão estratégica digital que permita um crescimento real da organização e que aproveite as vantagens que o processo de transformação digital implica. Adaptar-se à realidade tecnológica atual é a solução, negar é o início para perder visibilidade e competitividade no mercado.

Avalie o desempenho de sua equipe facilmente e aumente a produtividade e a retenção de talentos em sua organização

Solicite agora uma demostração grátis e conheça o que a Acsendo pode fazer para melhorar o desempenho de seus colaboradores

Você pode gostar:

Produtividade: Como não gerenciar os colaboradores

Dirigir uma organização com sucesso, construir uma equipe de trabalho sólida e que o talento humano se sinta valorizado, motivado e satisfeito com seu trabalho e funções, se converteu em um grande desafio para a alta administração e os chefes de departamento nas empresas.

Os CEOs: um obstáculo na transformação digital nas organizações

A tecnologia evoluiu incrivelmente nos últimos anos e se converteram em um valioso instrumento para impulsionar o desenvolvimento das organizações e dar um valor acrescentado na hora de enfrentar os enormes desafios financeiros, de marketing e operacionais que o mercado e os consumidores impôem. No...