Clima Organizacional

10 Conselhos para o êxito na gestão de Recursos Humanos

Em tempos de crise e incerteza econômica, os departamentos de Recursos Humanos das empresas desempenham um papel fundamental no sucesso da organização, pois são diretamente responsáveis ​​pela estabilidade laboral e um bom clima organizacional, fatores que afetam a produtividade e desempenho dos colaboradores e, portanto, da empresa. Por esse motivo, a gestão dos Recursos Humanos deve responder tanto à administração geral quanto ao cumprimento de suas funções como aos funcionários em relação ao seu bem-estar.

São esses departamentos que costumam tomar as decisões mais complicadas nas organizações, quer sejam aumentos salariais, demissões, promoções ou recrutamento e seleção de novos talentos. Ao mesmo tempo, devem ter uma política clara de motivação laboral que inclua gerenciamento de talentos e estabeleça canais de comunicação e informação efetivos e participativos para fortalecer o ambiente de trabalho, a relação entre a força de trabalho e a organização e o aumento do bem-estar e satisfação dos funcionários. Tudo isso, com o único objetivo de gerar o melhor ambiente de trabalho possível e aumentar a produtividade e competitividade global da empresa.

Para ser bem sucedido no fortalecimento da gestão do talento humano, o ativo mais importante que qualquer organização possui, aqui estão 10 conselhos para serem implementados na Gestão de Recursos Humanos da empresa:

1. Conhecer as metas e o negócio da empresa

O departamento de RH deve se apropriar da estratégia organizacional da empresa para apoiar as outras áreas da organização na consecução de seus objetivos. Você deve ter problemas perfeitamente claros, como a área de negócios, objetivos, metas e resultados da empresa, para incluí-los em sua estratégia de gerenciamento e criar sinergias entre todos os componentes da organização para gerenciar eficientemente a política do RH.

2. Conhecer o pessoal

Os diretores de RH devem conhecer perfeitamente os funcionários, suas características, suas competências e suas necessidades profissionais e pessoais oferecendo opções para melhorar e alcançar uma estabilidade que fortaleça o desempenho do trabalho. Além disso, deve ser feito o respetivo acompanhamento da evolução dos colaboradores sentem em cada um desses aspectos.

3. Comunicar efetivamente

Devem ser estabelecidos os canais de comunicação relevantes para efetivamente transmitir os valores, objetivos e a imagem corporativa da empresa para os funcionários, a fim de gerar um sentimento de pertença e fortalecer o relacionamento pessoal-empresa.

Avalie as competências de seus colaboradores e aumente a produtividade em sua organização

4. Servir o funcionário

Referimo-nos ao papel de facilitador dos diretores de RH, neste aspecto seu trabalho é comparável ao de qualquer área comercial ou de negócios que esteja em constante relacionamento com clientes, mas neste caso, esses clientes são os funcionários. Eles devem ser tratados da mesma forma e dotados das ferramentas apropriadas para encontrar as soluções necessárias para situações ou problemas que surjam.

5. Gerir o ambiente global

O cenário laboral de hoje em dia mostra uma grande diversidade cultural, geracional e de constante mudança com um alto nível de competitividade no mercado. Por esta razão, os diretores de RH devem se preparar para gerar soluções específicas para cada situação concreta. Isso significa que personalizar as iniciativas e prever cada situação possível é hoje uma algo obrigatório.

6. Aprender constantemente

Estar atualizado com os últimos desenvolvimentos oferecidos pelo mercado de trabalho e o campo de ação a que pertence a empresa é essencial para fortalecer as estratégias de gestão do RH. Não se trata de abarcar toda a quantidade de informações que surgem todos os dias, mas consultar periodicamente notícias a esse respeito.

7. Estar aberto a outros pontos de vista

Envolver colaboradores que pertençam a outras áreas da empresa para que eles partilhem seus pontos de vista e sugiram ideias para fortalecer a estratégia de gestão do RH, uma vez que garante que as decisões sejam compartilhadas pelos próprios funcionários e que sua aplicação seja efetiva. Esta medida faz parte do processo colaborativo que sempre recomendamos.

8. Ser coerente

Reagir da forma mais justa e consistente a situações semelhantes, quando ocorre um problema entre funcionários ou chefes, transmite para a paz de espírito dos funcionários ao observar que a coerência e a unidade ao resolver esse tipo de problemas é o que prevalece e não preferências pessoais ou benefícios para alguns e não para outros.

9. Atuar como conciliadores

Como em qualquer aspecto da vida, é comum encontrar situações de conflito dentro da organização. O departamento de RH deve atuar como um elemento conciliador que estabelece o caminho para resolver a situação e fornecer todas as possibilidades antes que a situação ganhe outra proporção ou necessite de ser levada à alta administração.

10. Orientar políticas para resultados

Devem ser implementadas estratégias de ação que possam medir a eficácia das decisões tomadas para efetivamente analisar os avanços ou retrocessos que ocorrem no meio da implementação de medidas, sempre para fortalecer o gerenciamento do RH para melhorar a satisfação dos funcionários e da produtividade da empresa.

Avalie as competências de seus colaboradores e aumente a produtividade em sua organização