Clima Organizacional

4 Conselhos para tratar o talento humano insatisfeito

Liderar uma equipe não é uma tarefa fácil, requer habilidades e competências específicas que nem todas as pessoas têm. Mesmo quando você tem as habilidades de um líder, em algum momento você enfrentará desafios que o forçarão a enfrentar colaboradores insatisfeitos e desmotivados com seu trabalho.

Se uma situação como essa é tratada corretamente, é possível transformar uma pessoa infeliz com seu trabalho em um colaborador de destaque que só precisava de um pouco de atenção. Caso contrário, esse funcionário potencialmente conhecido pode se tornar um problema para a produtividade da empresa e afetar o clima laboral de toda a equipe de trabalho.

Para lidar com essas situações, que podem surgir a qualquer momento, é importante colocar em prática rapidamente as boas práticas de gestão de talentos humanos. Isso ajudará você a lidar com o caso e a impedir que novos casos ocorram no futuro.

  1. Levar a situação a sério:

Antes de tirar conclusões precipitadas, reserve um tempo para descobrir exatamente o que está acontecendo com essa pessoa. Você pode estar insatisfeito consigo mesmo, com o seu trabalho ou com um de seus colegas, a causa também pode não estar relacionada com seu trabalho. Em qualquer caso, o conselho não é assumir as coisas sem obter informações suficientes.

Se o problema estiver dentro da empresa, analise as causas e decida qual é a melhor solução. Mesmo que seja uma situação causada por um problema externo à empresa, não a ignore porque não tem nada a ver com o escritório. Aproveite a oportunidade para mostrar aos seus colaboradores que eles são mais do que apenas uma peça do quebra-cabeças.

Recomendamos: O Talento Humano é a chave para o crescimento no século XXI

  1. Atuar de imediato:

A melhor hora para agir diante da situação é agora. Quanto mais você esperar, mais o descontentamento aumentará. É verdade que a conversa com o seu colaborador não será o plano mais divertido para os dois, mas tem que acontecer mais cedo ou mais tarde.

Depois de resolver o assunto, pode ser aconselhável conversar com o resto da equipe de trabalho para que uma situação como essa não aconteça novamente. Isso servirá para evitar rumores, uma declaração simples para informar a situação para os outros colaboradores pode economizar tempo e evitar problemas a longo prazo.

Leia também: 5 Conselhos para equilibrar a vida pessoal e laboral

  1. Tratar o caso individualmente:

Tratar uma situação deste tipo individualmente é necessário para não expor publicamente os envolvidos. Uma conversa personalizada gera maior confiança nas pessoas e permite expressar livremente suas objeções, a chave é tratá-las com respeito e encontrar as soluções adequadas.

Encontre aqui: 6 Ações para impulsionar a liderança em sua organização

Como dissemos antes, se for considerado necessário, o grupo de trabalho pode ser informado da situação após a resolver. Mas, no começo, é melhor se reunir com os colaboradores insatisfeitos um por um. Isso permite receber as queixas da pessoa sem que todos saibam e dá segurança ao funcionário para falar com tranquilidade.

  1. Dar tempo à solução:

Os gerentes da empresa querem consertar qualquer inconveniente imediatamente. Embora esta seja uma atitude positiva, nem sempre funciona. Tenha em mente que, se algum membro do seu talento humano estiver insatisfeito com o seu trabalho por um longo tempo, a solução não chegará em meia hora.

Isso pode ser desconfortável para os líderes acostumados a encontrar soluções rápidas para os problemas da empresa. Devemos agir imediatamente, mas também devemos dar tempo suficiente às ações tomadas para resolver a situação.

Leia também: Os 5 sinais de uma liderança tóxica

No entanto, todos os conselhos que recebemos anteriormente podem não resolver a situação de um funcionário insatisfeito e nem sempre as ações tomadas acabam encontrando a solução que você gostaria. Se isso acontecer, pode ser necessário elaborar um plano abrangente para melhorar o desempenho da pessoa envolvida ou, na pior das hipóteses e depois de fazer todo o possível, remediar o caso sem sucesso, lançar as bases para buscar um resultado consensual.

Recomendamos: 3 Ações para desenvolver uma grande cultura organizacional

O talento humano é o principal capital de qualquer organização, é a base da cadeia produtiva. É necessário que essa máxima esteja sempre presente e aborde qualquer inconveniência ou insatisfação que esteja ocorrendo com qualquer um dos membros da equipe, um descuido nesse aspecto pode fraturar o ambiente de trabalho, gerar rumores e aumentar a rotatividade laboral.

Avalie as competências de seus colaboradores e aumente a produtividade em sua organização