Clima Organizacional

5 Condições que fomentam o absenteísmo laboral

O absenteísmo laboral é uma variável da qual os recursos humanos devem estar permanentemente vigilantes, uma vez que serve como um fator alarmante de risco ou desconforto no ambiente de trabalho. Claro está, existem fatores que incentivam o absenteísmo, mas há um lado legal que permite que seja regulamentado. Nesse caso, falaremos sobre o absenteísmo ou as razões que não são visíveis e pelas as quais os colaboradores se vão.

Quando um indivíduo está prestes a entrar em uma organização, há claramente ilusões e ansiedades para começar a trabalhar e fazer parte de uma nova comunidade ou grupo de pessoas. Essas ilusões, na grande maioria dos casos, são expectativas irrealistas; e porque não são realistas, há muitos indivíduos que acabam deixando o trabalho sem renunciar. No entanto, devemos ter em mente que os colaboradores não se demitem devido aos altos níveis de desemprego, pelo hábito, conforto ou simplesmente para manter uma receita mensal.

A raiz do descontentamento dos membros nas organizações deve-se a uma expectativa não cumprida e / ou a expectativas irrealistas. Por mais irrealistas que sejam as expectativas dos membros de uma organização, elas podem custar à empresa tanto tempo quanto dinheiro.

Da mesma forma, a organização também é responsável por prometer ao indivíduo uma série de boas condições. O cumprimento ou violação dessas condições ocorre com base em quatro tipos de expectativas: o que o funcionário espera receber, o que a organização está disposta a oferecer, o que o funcionário está disposto a dar e o que a organização espera receber.

Os seguintes pontos são os que fomentam o absenteísmo no ambiente laboral:

  1. Diferença entre a pessoa e seu cargo na empresa

Há muitos casos em que os funcionários não sentem que estão usando todas as suas habilidades diariamente, e isso ocorre porque os gerentes não se importam com isso ou simplesmente não percebem ou não consideram isso importante. A taxa de absenteísmo aumenta quando os líderes ou cargos de gerência delegam muito poucas responsabilidades para torná-los interessantes ou transformá-los em um desafio.

Encontre aqui: Os 6 benefícios da rotação de cargos

  1. Métodos de avaliação de talento:

Algumas empresas têm as ferramentas e o conteúdo para fazer avaliações de desempenho eficazes que geram resultados reais no desempenho de seus funcionários. Em outros casos, este não é o caso. Muitas empresas desconhecem e não possuem métodos eficazes de avaliar o talento de seus funcionários.

Leia mais sobre: 3 Avaliações para medir o desempenho de seu talento humano

  1. Monitoramento e feedback insuficiente aos colaboradores

Em muitas ocasiões, os líderes não reservam tempo para monitorar adequadamente seus colaboradores. O acompanhamento de tarefas, objetivos e metas de curto e longo prazo tem um impacto intrínseco nos funcionários, pois eles observam que seu trabalho tem um impacto direto na estratégia e nos negócios como tal. Os colaboradores vêem que seus líderes têm interesse em vê-los crescer de maneira integral.

No entanto, se este exercício for deixado de lado, os colaboradores gradualmente começarão a se sentir excluídos, inúteis e inutilizáveis na organização. Hoje em dia, ficar em uma empresa vai além de uma boa remuneração.

Recomendamos: Feedback negativo: uma grande oportunidade de melhoramento

  1. Baixas oportunidades de crescimento internamente

Este ponto pode estar relacionado ao ponto anterior. A partir do monitoramento e feedback constante, novos planos de ação e novas remunerações surgem, como promoções para os que as merecem. Se um colaborador não mostrar crescimento pessoal na empresa, ele procurará imediatamente melhores oportunidades. Esse é um dos fatores para os quais há mais absenteísmo nas empresas. É uma maneira de saber reconhecer o trabalho dos colaboradores. Com uma cultura de pouco reconhecimento, existe uma alta probabilidade de alto absenteísmo.

  1. Burnout

A questão do burnout é cada vez mais visível nas empresas. Embora os funcionários devam cumprir seus deveres e tarefas, existem alguns líderes que aproveitam a disponibilidade e o bom desempenho dos membros de sua equipe. O burnout ou a sobrecarga são muitas vezes pesados contra o salário monetário recebido pelo indivíduo. Se o empregado sente que sua remuneração está abaixo da carga de trabalho com a qual ele deve lidar, o colaborador procurará imediatamente melhores opções que possam oferecer-lhe bem-estar pessoal.

Leia aqui: Bem-estar laboral: 4 aspectos chave para evitar o burnout

As organizações devem trabalhar para se tornarem a empresa dos sonhos das pessoas. Isso paralelamente ajudará a reter os melhores talentos e a atenção de pessoas que querem fazer parte da equipe no futuro. No entanto, esta não é uma tarefa simples. Isso requer o apoio do CEO e a liderança essencial de recursos humanos para gerar mais planos de bem-estar, melhores ferramentas e metodologias para avaliar talentos e mais reconhecimento além do monetário. Desta forma, os níveis e a taxa de absenteísmo diminuirão consideravelmente.

Avalie o desempenho de sua equipe facilmente e aumente a produtividade e a retenção de talentos em sua organização