Clima Organizacional

5 Estratégias para lidar com colaboradores conflituosos

As empresas querem ter em suas equipes funcionários treinados que realizem com êxito as funções que lhes são atribuídas e, além disso, se dêm bem com seus colegas. No entanto, isto nem sempre acontece. Por esse motivo, os gerentes devem saber como lidar com as diferenças e inconvenientes causados pelos mesmos funcionários da organização.

Reconhecer um funcionário conflituoso não é uma tarefa complexa: eles são aqueles que constantemente expressam seu descontentamento com a empresa ou seu cargo, não terminem seu trabalho a tempo, espalham rumores maliciosos, apresentam desculpas para justificar qualquer falha ou erro e gerar um clima laboral negativo que afeta a empresa.

O mais aconselhável é confrontar esses colaboradores antes que a produtividade diminua, os mal-entendidos aumentem, a motivação da equipe caia e os clientes, bem como os demais membros da equipe, comecem a sentir desconforto. Um relatório da Harvard Business School estima que manter um funcionário problemático pode custar uma média de US $ 12.000 por ano. Uma cifra nada insignificante.

Recomendamos: Empregados felizes, a melhor estratégia para ter uma empresa competitiva

Portanto, não há desculpa para que os conflitos causados por esses funcionários escalem até acabar com a harmonia e o bem-estar da equipe. Para evitar isso, explicaremos cinco estratégias que irão ajudá-lo a gerenciar esses colaboradores:

  1. Comunicação atempada

Comece por coletar informações relacionadas ao colaborador que causam problemas. Pergunte discretamente aos outros membros da equipe sobre o comportamento do funcionário e, quando você tiver dados suficientes, reuna com a pessoa em conflito em um lugar onde possam conversar sem interrupções e explicar os efeitos e as consequências de suas ações nos processos da organização.

  1. Mentoring personalizado

Embora a orientação seja uma metodologia frequentemente utilizada para facilitar os processos de aprendizagem e transferência de conhecimento técnico, essa ferramenta pode ser útil quando se trata de fortalecer as soft skills (competências suaves) de um funcionário conflitante. Através da atribuição de um mentor, você pode melhorar seus relacionamentos, aumentar seu desempenho e mudar sua atitude em relação à sua posição e à empresa.

  1. Espaços de participação

Muitas empresas têm espaços de participação em que os funcionários podem se expressar abertamente e sinceramente com o objetivo de alcançar consenso e encontrar alternativas para resolver conflitos com seus colegas e líderes. Na McDonald’s, por exemplo, eles realizam rap sessions, dias em que toda a equipe pode confrontar o colaborador que vêm causando conflitos e propor sugestões e alternativas de mudança.

Leia mais: 4 Atividades para melhorar o clima laboral em sua empresa

  1. Sistema de benefícios

A implementação de um sistema de benefícios e compensações com base nos KPIs pode ser uma boa alternativa para causar mudanças. Premiar o cumprimento de metas, reconhecer o bom comportamento público e promover o mérito são opções que podem gerar mudanças positivas na atitude dos funcionários. Dar feedback é um componente fundamental, não se trata apenas de dar incentivos monetários.

  1. Avaliação de competências

Às vezes, os funcionários em conflito devem seu desempenho fraco ao facto de estar no cargo errado ou não possuem as habilidades necessárias para atuar na posição para a qual foram contratados. Nesse caso, aconselhamos você a fazer uma avaliação de competências que lhe permita medir seu desempenho e, mais tarde, elaborar um Plano de Desenvolvimento Individual (PDI).

Te pode interessar: 3 Avaliações para medir o desempenho de seu talento humano

Quando nenhuma alternativa funciona

Há conflitos que não podem ser resolvidos com táticas organizacionais. Às vezes, os funcionários têm personalidades que não se encaixam na cultura da organização. Em última análise, no final, o colaborador não modificou seu comportamento após várias notificações, é preferível precindir desse colaborador e procurar um substituto.

É importante lembrar que todos passamos por momentos difíceis. Os gerentes devem tratar os funcionários conflitantes com inteligência emocional suficiente: devem ser positivos, compreensivos e proativos. Eles não devem intimidar ou ameaçar o colaborador, mas agir sempre com empatia.

Avalie o desempenho de sua equipe facilmente e aumente a produtividade e a retenção de talentos em sua organização