Clima Organizacional

Como fazer de R. H. uma área estratégica nas PMEs?

Segundo a Organização Mundial de Propriedade Intelectual (OMPI), “as pequenas e médias empresas (PMEs) são a força que impulsiona um grande número de inovações e contribuem o crescimento da economia nacional mediante a criação de emprego, investimentos e exportações“. Sem dúvida, seu funcionamento é fundamental para promover o desenvolvimento econômico em um país.

No entanto, em nações como o México, 90% das pequenas e médias empresas são forçadas a fechar nos seus primeiros cinco anos de existência. Enquanto na UE 20% das PME fecham durante o primeiro ano, e os outros 50% deixam de existir nos primeiros cinco anos. Um panorama pouco encorajador no exigente mercado de trabalho do mundo globalizado.

Entre os fatores que influenciam o fracasso das PMEs, é uma visão incompleta, a ausência de uma equipe competente e múltiplas falhas no plano de negócios. Diante dessa realidade, o profissional de R.H. pode otimizar o gerenciamento de uma PME, colocando os seguintes pontos em prática:

  1. Conhecer a organizacão a fundo

O profissional da área R.H. deve ser um especialista administrativo que entenda profundamente a empresa para a qual ele trabalha. Não deve limitar-se a compreender apenas os processos relacionados ao gerenciamento de talentos humanos, mas ser um consultor interno que seja capaz de identificar os aspectos que podem afetar a produtividade da empresa para propor intervenções em qualquer departamento.

  1. Ser um promotor das mudanças

A área de recursos humanos, devem promover mudanças positivas que ajudem a otimizar a gestão do negócio. Ou seja, incentivar a realização de novas atividades que melhorem o clima de trabalho ou produzam mudanças na cultura organizacional, para citar alguns exemplos. Assim se consegue criar, ao longo do tempo, um sistema de gerenciamento integral que facilite o alinhamento da estratégia em todos os níveis da empresa.

  1. Se converta em um sócio estratégico

A administração não pode esperar que a área de R.H. se converta em um sócio estratégico para sua organização se não tiverem em conta a sua perspetiva. Participe das reuniões administrativas com o resto dos chefes. Sua opinião deve ser tida em conta para a tomada de decisões, resolução de conflitos e para buscar novas oportunidades que acelerem o crescimento da empresa.

Te pode interessar: 4 Estratégias para melhorar a comunicação em sua empresa

  1. Ser um aliado dos colaboradores

O profissional de RH deve ser um líder efetivo. Portanto, deve ser capaz de fornecer as ferramentas certas para cada funcionário para melhorar seu desempenho ao desenvolver suas habilidades. Para isso, pode encorajar espaços de avaliação em que identifica as necessidades dos colaboradores. Então, você pode criar Planos de Desenvolvimento Indiviudal (PDI) para fechar suas gaps de competência.

  1. Dar prioridade à obtenção de dados

O desenho de processos e metodologias que permitam obter dados objetivo e confiáveis deve ser uma prioridade da empresa, pois facilita a tomada de decisões. Para isso é preciso que o profissional de R.H. participe na criação da estratégia organizacional onde é definida a cadeia de criação de valor, as metas e os respetivos indicadores de monitoramento (KPIs).

Leia também: 4 KPIs para medir o desempenho de seus colaboradores

A execução correta dos processos de gestão humana leva a melhorias na produtividade, aumenta a eficiência das operações e garante o desenvolvimento dos funcionários. O que se traduz em uma melhoria na rentabilidade. No entanto, para isso é necessário ter um profissional de RH que crie uma estrutura organizacional competitiva e inovadora.

Apesar disso, muitas PME não consideram necessário ter um departamento de R.H. e assumem que é uma posição dispensável. No entanto, é necessário saber quem é o colaborador mais produtivo, que é a equipe que tem dificuldade em atingir as metas ou o que é necessário para criar uma cultura organizacional capaz de aproveitar o potencial da empresa.

Receba o guia que te ajudará a estabelecer indicadores efetivos para medir o compromisso de sua talento humano.