Competências

As 6 competências comportamentais imprescindíveis no escritório

Nas organizações, há dois grandes grupos de competências laborais que são necessárias para desenvolver as tarefas e metas definidas com sucesso. Estamos falando de competências profissionais ou técnicas, também chamadas de competências duras (hard skills) e das competências organizacionais, também chamadas suaves (soft skills).

Manter uma atitude positiva, de respeito e apoio pelos companheiros e sempre buscar soluções são exemplos dessas competências suaves que fazem de qualquer trabalhador um bom membro de uma equipe de trabalho.

Por sua parte, as competências técnicas se definem como ações específcias que podem ser medidas, como por exemplo a capacidade de desenvolver um software, a quantidade de entregas de produto realizadas ou pedidos de apoio resolvidos. (Leia também: O que são as competências laborais?)

Como explicávamos em um artigo anterior, um inquérito da empresa de recrutamento online, Career Builder, feita com profissionais de recursos humanos nos Estados Unidos, indica que 77% dos participantes estão convencidos que as habilidades suaves são tão importantes como as competências técnicas e profissionais na hora de selecionar um novo colaborador.

Hoje trazemos uma lista com as 6 competências suaves ou organizacionais mais importantes que todos os colaboradores devem ter, independentemente do seu nível estratégico em uma empresa. Vejamos:

1. Trabalho em equipe:

É ótimo que um colaborador difrute de trabalhar sozinho. No entanto, é imprescindível ter a capacidade de trabalhar com os outros colaboradores sempre que for necessário. É necessário ter uma atitude e a comunicação adequadas para completar os projetos em equipe com sucesso.

Leia também: 4 Conselhos para conseguir um trabalho em equipe eficiente

2. Comunicação:

A comunicação interna é a chave para a produtividade da empresa. Atualmente existem muitos meios de comunicação no escritório: o e-mail, os chats internos, as reuniões e as conversas pessoais. É preciso analisar qual desses mecanismos é o adequado sempre que for necessário transmitir uma informação ou atribuir uma tarefa a alguém no escritório.

Avalie as competências de seus colaboradores e aumente a produtividade em sua organização

Leia também: 4 Conselhos para melhorar a comunicação interna no escritório

3. Solucionar conflitos:

Os conflitos entre colaboradores ocorrem em todas as organizações. Os implicados deveriam ter a capacidade de resolver suas diferenças por si mesmos da forma mais respeitosa e equilibrada possível. Ainda que não seja ideal, se a solução não se consegue por essa primeira via, a administração deveria intervir na situação para beneficiar ambas as partes e o próprio clima laboral da empresa.

Leia aqui: 6 conselhos para evitar conflitos laborais

4. Gerenciamento do tempo:

Os funcionários deveriam ter a capacidade de gerenciar corretamente seu tempo no trabalho para completar todas suas tarefas sem exceder seu horário laboral e evitar assim o estresse ou o burnout- Isto fará com que tenham o tempo suficiente para compartilhar com sua família e tratar de assuntos pessoais. O equilíbrio entre vida e trabalho é fundamental para o bem-estar e a produtividade das pessoas.

Recomendamos ler: 4 conselhos para uma correta gestão do tempo no trabalho

5. Aceitar sugestões:

O feedback que se dá em um escritório, quer seja por parte dos chefes ou companheiros, merece toda a atenção e respeito das pessoas para as quais estão dirigidos, independentemente de ser positivo ou negativo. O recomendável é escutar com atenção, responder com argumentos válidos e pôr em prática as sugestões que se estão recebendo.

Também pode ler: Feedback negativo, uma grande oportunidade de melhoramento

6. Gestão de reuniões:

Muitas pessoas ficam incomodadas por reuniões e preferem evitá-las, mas isso não vai acontecer e elas nunca serão eliminadas pelas empresas. É aconselhável gerenciá-los, se formos os organizadores, ou contribuir para o desenvolvimento se formos os participantes, de modo que, no final da reunião, a informação, o acordo e as conclusões sejam produtivas para todos.

Muitas vezes se minimizam as habilidades suaves, mas suaves não significam desnecessárias. Pelo contrário, a personalidade, as atitudes e as competências comportamentais são muito importantes para selecionar o melhor talento humano disponível no mercado.

Avalie as competências de seus colaboradores e descubra os talentos ocultos em sua empresa