Competências

4 Competências dos líderes de recursos humanos do futuro

Historicamente, o departamento de recursos humanos é visto como o responsável por fazer diversas tarefas administrativas, como o pagamento dos salários e a solicitação das férias, por exemplo. Ao contrário dos líderes de vendas, marketing ou tecnologia, os líderes de recursos humanos muitas vezes não sabem como agregar valor estratégico para a empresa.

No entanto, os tempos estão mudando e RH está se convertendo pouco a pouco em uma área cada vez mais estratégica para o desenvolvimento das organizações. Para conseguir um departamento de RH moderno, é preciso mudar seu enfoque principal e começar a gerenciar com inteligência emocional o desempenho, o bem estar, a motivação e o compromisso dos colaboradores.

Leia também: 5 Sinais de uma liderança tóxica

Para isso, é necessário desenvolver nos membros de RH as competências estratégicas da organização. Para que estejam à altura dos desafios que implicam gerenciar a produtividade e manter a satisfação das atuais equipes multidisciplinares.

Com esta necessidade em mente, hoje queremos mostrar algumas habilidades importantes que os líderes de Recursos Humanos devem começar a desenvolver quanto antes para se adaptar às mudanças do cenário laboral e enfrentar o futuro com sucesso. Vejamos:

  1. Criatividade

Em uma luta pelo talento tão competitiva como vivemos hoje, o departamento de recursos humanos deve se responsabilizar por estar na vanguarda nos esforços por criar uma marca empregadora atrativa para seus colaboradores e potenciais candidatos.

Para isso, devem coordenar com as equipes de marketing e se assegurar que as narrativas de marca empregadora dentro e fora da empresa se alinhem com a estrutura, missão, visão, valores e cultura organizacional definidas pela administração.

Recomendamos: 4 Práticas para ter um clima laboral mais humano e amigável

Como resultado disso, os atuais líderes de RH devem pensar de forma muito mais criativa do que os seus antecessores. Devem adoptar a transformação digital, manobrar as redes sociais com facilidade e criar mensagens convincentes, modernas e autênticas para atrair, recrutar e reter o melhor talento humano do mercado.

  1. Visão comercial e gerenciamento de dados

A complexidade dos negócios e o mercado atual exigem líderes de recursos humanos cada vez mais críticos e capacitados para tomar decisões importantes. Estas pessoas precisam uma compreensão sólida do modelo de negócio e da estratégia de mercado de suas organizações.

Para além disso, devem conhecer as dinâmicas da indústria, o panorama competitivo do mercado, as práticas mais vanguardistas e como todos esses componentes impactam o capital humano da empresa, desde a contratação e o gerenciamento do desempenho até à retenção e diversidade e inclusão.

Encontre aqui: Qual é o perfil ideal de um Gerente de Recursos Humanos?

Como resultado dessa modernização funcional, os líderes de RH têm cada vez maior acesso a enormes quantidades de dados sobre contratação, retenção, rendimento, produtividade e satisfação dos colaboradores. Para aproveitar esta informação, devem processar, avaliar e interpretá-la corretamente para tomar decisões que promovam a estratégia organizacional.

BAIXE AQUI O GUIA PARA IMPLEMENTAR UM MODELO DE AVALIAÇÃO DE COMPETÊNCIAS DE PRINCÍPIO AO FIM

  1. Aprendizado ágil

De acordo com um artigo do portal americano especializado em tecnologia Venture Beat, atualmente existem mais de 24.000 ferramentas de software de recursos humanos no mercado. A inteligência artificial, os bots, blockchain e a automatização dos processos estão transformando rapidamente o ecossistema de tecnologia em RH.

No entanto, essa ampla disponibilidade de ferramentas, com preços e funcionalidades adaptáveis a todos os orçamentos e tamanhos das indústrias, não garanta que sejam adotadas nem implementadas com sucesso. De facto, aprender a utilizar as tecnologias é vital para escolher a ferramenta adequada a cada organização.

Te pode interessar: 4 Ações para atrair e reter o melhor talento humano

Neste contexto, se as empresas estão planejando dedicar-se verdadeiramente ao gerenciamento de seu talento humano a partir da tecnologia, devem se preocupar por contratar profissionais com um domínio e fluidez digital que permitam tomar decisões corretas, gerenciar os dados pertinentes e adquirir novo conhecimento constantemente.

  1. Saber contar histórias

Qualquer líder que queira gerenciar seus colaboradores com eficácia necessita desenvolver eficazmente suas habilidades comunicativas e os chefes de recursos humanos não são excepção.

Estas pessoas devem ser capazes de articular propostas de valor para criar marcas empregadoras atrativas, amigáveis com o meio ambiente e as causas sociais, não apenas empresas que vendam produtos ou serviços.

Conectar com uma ampla gama de audiências através dos canais digitais e as redes sociais corporativas por meio de histórias convincentes é vital. Isto é o que inspira as pessoas a se unir sob o propósito de uma organização e candidatar-se para trabalhar ali e ficar durante muito tempo uma vez contratados.

Esta lista de competências laborais emergentes para os líderes de recursos humanos é um aproximação às habilidades que devem começar a se desenvolver no interior das organizações, junto com a empatia, a inclusão, a inteligência emocinal, entre outros elementos, para gerenciar com sucesso o talento humano e deixar de ver RH como uma parte menor da empresa e acrescentar valor à estratégia da empresa.

Avalie o desempenho de sua equipe facilmente e promova o desenvolvimento das competências laborais chaves em sua organização