Feedback

Os 6 melhores momentos para dar feedback aos funcionários

Dar feedback. É um processo que desperta ódio e amor nos chefes devido à dificuldade de encontrar o momento e o tom certos para dar compartilhá-los com os funcionários. Eu já estive nesse ponto e experimentei a incerteza de não saber como ou quando devo expressar meus comentários aos membros da minha equipe.

No entanto, também sei que um bom feedback é uma ferramenta poderosa. Representa uma oportunidade única de fortalecer os laços com o funcionário e incutir nele os valores da cultura organizacional. Quando o feedback é dado em tempo hábil e repetido com frequência, torna a empresa em referência para o crescimento.

Leia também: 6 Dicas para fornecer feedback valioso

Portanto, vou explicar aqui cinco situações que achei úteis na minha experiência como CEO para fornecer feedback. Vamos ver:

1. Quando um funcionário comete um erro 

Independentemente do nível de estudo ou de experiência, no final, todos podemos cometer erros em nossos trabalhos. Quando há um erro, a primeira coisa que faço é descobrir a lição que causou essa falha no funcionário e tentar dizer a ele algo como:

Eu sei que você se sente mal pelo que aconteceu. Também não estou feliz com este erro. Você tem o potencial de obter melhores resultados. Quero que nós dois descubramos as lições deixadas por esse erro e discutamos o que você poderia fazer melhor da próxima vez para impedir que isso aconteça novamente.

2. Quando um funcionário está pouco comprometido

É fácil perceber a falta de comprometimento de um funcionário: ele dá desculpas, não ajuda seus colegas de trabalho, fica distraído e mostra sua falta de entusiasmo no desempenho de suas funções. Nesse caso, o mais importante é conhecer a causa e oferecer ajuda para encontrar uma solução:

Não falo apenas por mim quando digo que você ficou um pouco distraído e menos motivado do que costumava ser. Estou preocupado porque isso está afetando a qualidade do seu trabalho. O que faz você se sentir assim e o que posso fazer para que você possa ficar satisfeito com seu trabalho novamente?

Recomendamos: Por que a cultura organizacional da Netflix é a chave do seu sucesso?

3. Quando um funcionário espalha fofocas e rumores

A fofoca cria um ambiente de trabalho cheio de desconforto e desconfiança. Nesses casos, o feedback é uma ferramenta necessária para lidar com essa situação. O mais importante é conscientizar o autor desses rumores sobre seu erro e pedir que ele não o faça novamente:

Fui inteirado de que você tem falado maliciosamente sobre esse tópico específico. Estou desapontado e sinto muito que você pense assim. Quero que saiba que sempre pode me falar sobre suas preocupações ou desconforto, ao invés de espalhar boatos, pois eles criam um ambiente negativo.

4. Quando o desempenho de um funcionário diminui

Após realizar uma avaliação de desempenho, pode-se evidenciar uma deterioração no desempenho de um funcionário. Se for esse o caso, incentive-o a encontrar estratégias conjuntas, como um PID (Plano de Desenvolvimento Individual), para que o funcionário possa retornar ao mesmo nível de desempenho de antes.

Eu notei algumas mudanças nos seus hábitos de trabalho no último mês. Sei como você é produtivo e como trabalha para obter bons resultados, então quero saber se você tem problemas e como posso ajudá-lo a ter um melhor desempenho. Que dificuldades você teve no seu trabalho?

Recomendamos: 6 sinais para identificar um clima de trabalho tóxico em sua empresa (esse link está mandando para o conteúdo errado, como não encontrei o certo, mantive aqui com o alerta, ok?)

5. Quando um funcionário atinge as metas

Assim como erros e áreas de melhoria são apontados nas sessões de feedback, também é importante que os gerentes reconheçam as conquistas e méritos alcançados pelos funcionários para melhorar seu compromisso. Nesses casos, eu sempre tento dizer algo como:

Estou muito feliz com o resultado que você alcançou. Seu compromisso com a empresa é evidente e quero reconhecer seu esforço. Tenho muita sorte de tê-lo em nossa equipe e gostaria de ser um participante no desenvolvimento do seu trabalho em nossa empresa.

6. Quando termina a avaliação de competência 

A avaliação de habilidades em 360º é uma ótima oportunidade para conversar com seus colaboradores sobre tudo o que você tem em mente em relação à metodologia de trabalho, aos resultados alcançados, aos projetos pendentes e às coisas que o deixam desconfortável. Faça uma lista desses tópicos antes da reunião de feedback e aproveite a oportunidade para expressar sua opinião e ouvir seus funcionários.

Nos 10 anos em que trabalho na Acsendo, aprendi que dar um feedback sincero, positivo e oportuno pode melhorar a confiança dos funcionários e motivá-los a continuar dando o seu melhor. O feedback não é para repreender ou fazer com que os funcionários se sintam mal; pelo contrário, é uma oportunidade de ser um aliado e ajudá-los a se tornarem melhores profissionais.

OBTENHA O GUIA FUNDAMENTAL PARA DAR FEEDBACK EFETIVO NA SUA ORGANIZAÇÃO