Key Perfomance Indicators

Qual é a diferença entre KPI e OKR e como eles se complementam

Ao saber a diferença entre KPI e OKR, você pode aproveitar os benefícios de cada um para melhorar o seu trabalho e o de sua equipe.

Existe um amplo conjunto de ferramentas de gestão que estão à disposição das empresas e dos gestores para conhecer o andamento de suas operações, o cumprimento de resultados ou os problemas que afetam a operação.

Alguns dos mais utilizados pelas empresas são o MBO, Balance Scorecard, OKRs (Objective and Key Results) ou KPIs (Key Performance Indicators), embora existam outras metodologias.

No entanto, hoje vamos nos concentrar em explicar a diferença entre os dois últimos: KPI e OKR. Siglas que com certeza você conhece e já utilizou, mas que na prática, ou seja, ao se sentar para implementá-las, você pode ter dúvidas como:

  • O que distingue um do outro? 
  • São parecidos? 
  • Qual devo usar?

Portanto, vamos ajudá-lo a esclarecer essas dúvidas comuns de uma forma simples.

O que são KPIs?  

Os KPI’s –Key Performance Indicators– ou Indicadores Chave de Desempenho são métricas críticas que medem o desempenho ou o crescimento de uma empresa.

É um mecanismo de rastreamento baseado em resultados que identifica os principais processos e funções de negócios e facilita o monitoramento de seu status. Existem milhares de KPIs, mas aqueles que são realmente críticos devem ser escolhidos. Aqui falamos mais sobre os tipos de KPIs.  

Normalmente recomenda-se que sejam escritos na estrutura SMART, que por sua sigla significa Específico, Mensurável, Alcançável, Realista e com limite de tempo. A seguir está um exemplo para se identificar um KPI:

 “Aumentar os novos recordes de pagamento do site em 25% no final do segundo trimestre do ano.”

O que são OKRs?

OKRs são uma metodologia orientada para o crescimento. É útil para alinhar a estratégia da empresa em todos os níveis e alcançar resultados ambiciosos o mais rápido possível.  

Eles consistem em uma lista de 3 a 5 objetivos ambiciosos e cada um deles tem resultados-chave que medem o grau de realização desse objetivo. Eles são abertamente compartilhados uns com os outros. Este é um exemplo de um OKR de vendas:

Objetivo: aumentar as vendas enquanto incrementa a lucratividade  

Resultado Principal:  

  • Alcance uma renda trimestral de $ 100.000. 
  • Feche negócios em 3 novos países 
  • Aumente a margem de lucro bruto de 30 para 40%

Diferença entre KPI e OKR

Henrik-Jan van der Pol, fundador, CEO da Perdoo e especialista em OKR, garante que:

“Os KPIs são como o painel de um carro: eles informam o quão rápido você está indo e quanto combustível você tem. OKRs são como um GPS: eles levam você aonde você quer ir”.

Esta frase é um ótimo resumo para identificar as diferenças entre esses dois métodos, mas aqui vamos contar em detalhes suas disparidades:

  • O propósito não é o mesmo 

As metas de KPI são normalmente alcançáveis ​​e representam o produto de um processo ou projeto existente, enquanto as metas de OKR são mais agressivas e ambiciosas.  

Os KPIs atendem a diferentes propósitos, como medir o desempenho do funcionário, avaliar um processo ou iniciativa existente ou medir o sucesso de um programa. Por outro lado, os OKRs não buscam medir o desempenho, mas sim desafiar os funcionários a serem ambiciosos para fazer a empresa avançar.

  • Seu sucesso é medido de forma diferente 

Embora alcançar o resultado esperado nos KPIs seja positivo, nos OKRs não é tanto. Pelo contrário, se for muito fácil cumprir os OKRs, significa que eles não eram tão ambiciosos a ponto de causar impacto e você deve repensá-los.

  • KPIs são verticais e os OKRs horizontais  

Os OKRs não são impostos desde as posições de liderança até a base de funcionários da sua empresa, eles podem surgir do trabalho individual e podem até ser aplicados na vida pessoal. Cada um tem seu próprio OKR. No caso dos KPIs, eles são criados apenas pelos líderes para medir o desempenho. 

Em resumo, os OKRs são um Marco Estratégico e os KPIs são as Medidas dentro desse marco, que podem fazer parte dos Resultados Chave.

Como os KPIs complementam os OKRs?

Objetivo

Resultado chave 1           KPI 1

Resultado chave 2           KPI 2

Resultado chave 3           Não está vinculado a um KPI

Estrategicamente, é possível alinhar as duas ferramentas para que funcionem em sincronia, fazendo com que os KPIs atuem como indicadores dentro de uma estratégia de OKRs, como parte dos Key Results ou Key Results. Assim como no gráfico anterior.  

Como os OKRs definem os critérios macro para que a empresa atinja seus objetivos, os KPIs podem ser a forma de medir esses aspectos de melhoria. Por exemplo:

Digamos que você queira medir o sucesso da área de produção da sua empresa. Você tem a opção de criar um KPI que mede especificamente o tempo médio que o departamento leva para embalar e despachar 100 pacotes do produto.  

Mas o que o KPI informa se a equipe de produção está embalando e movendo 100 produtos em cerca de três horas? Que você tem uma chance de melhorar. A partir daí, você pode criar um OKR com uma meta que se concentre em melhorar a velocidade de produção. 

Portanto, seu KPI se tornará um resultado importante em seu OKR.  Então, você pode passar do seu indicador a um OKR em uma ‘engenharia reversa’ do resultado ao objetivo.

OKRs ou KPIs, qual devo implementar?  

Bem, isso depende do que você deseja medir.  Por exemplo, se você deseja refinar um plano ou projeto que foi feito antes ou está em andamento, os KPIs podem ser a melhor opção. Mas se você está procurando mudar a direção geral de seu negócio e tornar a estratégia mais simples de ser executada, a melhor opção é o OKR.  

Simplificando, OKRs e KPIs funcionam muito bem juntos. Os KPIs ajudam a monitorar o desempenho e a identificar problemas e áreas de oportunidade. Os OKRs ajudam a resolver problemas, melhorar processos e impulsionar a inovação.

Conheça o software OKR da Acsendo que ajuda a implementá-los facilmente