Produtividade

4 Ações para atrair e reter o melhor talento humano

As empresas têm que entrar diretamente na luta pelo talento humano se quiserem aumentar a produtividade e fortalecer sua competitividade em um mercado cada vez mais dinâmico e diversificado como o atual. Estratégias de atração e retenção são básicas para aumentar o compromisso e minimizar a rotatividade de pessoal.

Tal é necessário uma vez que a rotatividade subtrai valor à empresa e afeta a instabilidade e o desconforto da equipe. A mudança constante de pessoal acaba afetando o progresso dos projetos, reduz a coesão das equipes de trabalho e diminui a confiança dos funcionários que vêem seus colegas ir e vir continuamente em diferentes cargos.

Recomendamos: 5 Razões para explicar a alta rotatividade de pessoal

Existem muitas estratégias para alcançar uma política efetiva de atração e retenção de talento humano. Os benefícios e compensações por objetivos são exemplos de medidas adequadas para aumentar a satisfação e o comprometimento dos funcionários.

Hoje, vamos analisar 4 dessas estratégias. Vejamos:

1. Proporcionar as melhores condições:

Os funcionários dedicam a maior parte do seu tempo à empresa e esperam obter essa mesma dedicação através de uma retribuição que cubra suas necessidades básicas, incluindo instalações confortáveis, equipamentos em bom estado, cobertura em saúde e segurança social, entre outras.

Dar estas condições é fundamental para poder reter o melhor talento humano e permitir o desenvolvimento de tarefas eficazmente.

2. Reconhecer os feitos:

Estabelecer uma política de retribuição econômica de acordo com os feitos ou realizações conseguidos encoraja os funcionários a desenvolver seu trabalho da melhor maneira e cultivar suas atitudes e valores para alcançar os objetivos propostos.

Compensar econômicamente o bom rendimento das pessoas leva a alcançar um alto grau de compromisso por parte dos membros da equipe de trabalho.

Avalie o desempenho de sua equipe facilmente e aumente a produtividade e a retenção de talentos em sua organização

3. Salário emocional:

O aspecto econômico não é o único que retém e motiva os funcionários. O salário emocional é aquele que faz os funcionários se sentir confortáveis, felizes, valorizados e satisfeitos com seu trabalho. É um valor acrescentado que fortalece a conexão entre a organização e o colaborador, o que garante o compromisso deste último.

Este salário inclui ações como o reconhecimento de feitos, respeito, flexibilidade laboral e o equilíbrio entre vida pessoal e profissional.

4. Apoiar o desenvolvimento:

Um funcionário é, antes de mais, um ser humano que quer desenvolver suas capacidades e evoluir profissionalmente, tanto quanto seu talento e potencial permitam.

As organizações devem entender isso e criar programas que permitam o treinamento e aquisição de novos conhecimentos e estabelecer uma política de promoção interna que permita aos colaboradores obter promoções através de seus próprios méritos e realizações profissionais.

A empresa deve levar em conta que hoje o talento humano busca as melhores condições de trabalho que lhe permitam desenvolver sua carreira e equilibrar sua vida pessoal com a laboral. Quando há ofertas que incluem maiores benefícios, as pessoas podem deixar a empresa inesperadamente.

O ideal para evitar essas situações inesperadas é levar em conta o que dissemos antes e cumprir as expectativas da equipe para obter um grupo satisfeito e comprometido.

A retenção se tornou em um grande desafio para as empresas, uma vez que o talento humano é a peça chave para o cumprimento dos objetivos corporativos e a competitividade e produtividade da organização no mercado.

Avalie as competências de seus colaboradores e aumente a produtividade em sua organização