Produtividade

Lições da Starbucks para um desempenho excepcional

Aumentar a produtividade é uma das maiores preocupações das empresas. No entanto, obter melhores resultados no menor tempo possível ainda é uma dor de cabeça para muitos gerentes. Por esse motivo, neste artigo vamos falar sobre algumas lições que a direção da Starbucks deixou para alcançar um desempenho excepcional.

Ao contrário de outras lojas, a empresa criada por Howard Schultz em 1987 é caracterizada por proporcionar uma experiência única em que os clientes encontram um ambiente agradável, moderno e acolhedor. Não é apenas um lugar onde você só vai beber café, mas sim um local de encontro favorito para muitas pessoas em todo o planeta.

Tem sido tanto o sucesso da Starbucks, que David Russo, presidente e CEO da Eno River Associates, Inc., expôs em seu livro algumas das chaves que permitiram que ele se tornasse a maior franquia de café do mundo, com quase 18.000 lojas. em 50 países. Vejamos:

  1. Concentre-se no cliente

A experiência da Starbucks coloca o consumidor no centro de tudo o que faz. Essa é a chave. Portanto, eles garantem que, independentemente da área, todos os funcionários trabalhem para oferecer um serviço exclusivo para cada cliente. Desta forma, eles conseguem se diferenciar da concorrência, o que se traduz em uma relação de lealdade e exclusividade com seus clientes.

Leia também: Os colaboradores são criadores de valor nas empresas

  1. Fomentar a responsabilidade

A Starbucks busca que seus funcionários não apenas cumpram as funções e tarefas de seu cargo, mas também sejam capazes de prestar contas. O que significa aceitar erros, delegar tarefas, reconhecer conquistas e gerenciar soluções de maneira eficaz. Independente de sua função ou da área em que trabalha, o funcionário entende que não trabalha na empresa, mas é uma parte essencial.

  1. Capacitação interna

A empresa líder do mercado de café possui um sistema permanente de treinamento no qual sua equipe ativa é responsável por ensinar os métodos de preparação do café e transmitir valores corporativos aos novos colaboradores. Por um lado, isso cria sinergias colaborativas, fortalece os laços de confiança e garante uma cultura baseada em boas práticas.

  1. Promover uma cultura aberta

“As pessoas que trabalham para a Starbucks merecem todo o respeito e dignidade, merecem ser ouvidas e tratadas com alto grau de responsabilidade”, diz a empresa. Estabelecer uma cultura organizacional na qual os funcionários se sintam à vontade para propor projetos e assumir riscos sem medo de punições laborais que possam levar à demissão é fundamental para promover a criatividade e a inovação.

Recomendamos: 3 Características da cultura organizacional da Nike que todas as empresas devem adotar

  1. Sorrir!

Além do ambiente e das múltiplas opções que os clientes têm para comprar café, há outra característica que faz da Starbucks uma empresa de alto desempenho: o serviço alegre e carismático de seus funcionários. A satisfação de cada um de seus clientes é a chave para o sucesso dos membros da Starbucks, pois isso garante que eles retornarão para o café novamente.

Essas chaves separadas podem não ser surpreendentes. No entanto, quando são postas em prática juntas, asseguram a criação de uma cultura organizacional em que se desenvolve o potencial dos colaboradores, um serviço personalizado que torna um cliente fiel e promove a competitividade como valor indispensável do DNA da empresa.

Avalie o desempenho de sua equipe facilmente e aumente a produtividade e a retenção de talentos em sua organização