Produtividade

O valor do capital humano para uma organização

Para além do lado econômico, é necessário considerar os colaboradores como o fator mais importante para alcançar o sucesso em uma organização. É precisamento o capital humano que tem as habilidades e conhecimentos necessários para gerir a mudança contínua que marca os ciclos e desafios da vida organizacional.

Há vários aspectos nos quais se reflete o valor do capital humano para a organização. O primeiro deles é a cultura organizacional, o segundo é a implementação de um modelo de gerenciamento por competências e o terceiro é a contribuição da equipe e a gestão da mudança.

Pode te interessar: 4 Ações para atrair e reter o melhor talento humano.

Hoje a chave na gestão de uma organização não se centre apenas nos números para calcular as estratégias. Naturalmente, os números mandam, mas pouco a pouco se entendeu qual é a verdadeira importância do colaborador para executar a estratégia. Os colaboradores são o capital mais valioso para a organização, visto que o dinheiro que implica tê-los (gastos de seleção, contratação e desenvolvimento) será refletido em um retorno do investimento, devido às receitas geradas ao aumentar a produtividade.

  1. Cultura organizacional:

Quando se contrata com rigor e quando as práticas das pessoas e as equipes se enfocam em uma cultura organizacional orientada para resultados, ao trabalho em equipe, à inovação e se centram nos princípios e valores da empresa, melhora em conjunto a produtividade e a competitividade trabalhando todos sob os mesmos códigos.

Leia também: 8 passos para gerir a mudança da cultura organizacional

Neste ponto encontrámos um grupo interessante que é o Alto Capital Humano, são aqueles colaboradores de desempenho extraordinário que marcam e lideram as práticas da cultura organizacional orientado-a para os resultados, mostrando uma atitude positiva e colaborativa com a equipe de trabalho e sendo proativos na busca de estratégias e soluções para os desafios da empresa.

Para poder dar feedback às práticas de treinamento da cultura organizacional esperada, devemos considerar o capital humano não como uma ativo gerador de valor monetário, mas sim como seres humanos com características, qualidades, capacidades e conhecimentos específicos que podem se desenvolver para fazer atividades com sucesso e consolidar os processos da organização.

  1. Gestão por competências:

Neste ponto fica mais tangível o valor do capital humano, pois as competências são características mensuráveis (quer sejam interpessoais ou intelectuais) que ao serem identificadas e identificadas permitem a cada um dos individuos dar valor acrescentado ao seu trabalho para a organização.

Encontre aqui: As 25 competências laborais mais pedidas no LinkedIn

A avaliação de competências permite gerenciar o talento organizacional desde a consolidação dos pontos fortes e ao fortalecimento dos pontos fracos de cada trabalhador para otimizar sua produtividade. Este processo oferece seu valor quando os colaboradores desenvolvam seu máximo potencial, sentindo-se valorizados e motivados para se esforçar no desenvolvimento de suas competências, que no fim vão definir o desempenho e o rumo da organização.

  1. Gestão da Mudança:

Neste último ponto, o capital humano gera valor já que facilita as grandes mudanças necessárias para que a empresa sobreviva ao mundo variável e de constante incerteza em que vivemos hoje em dia. Um dos processos mais difíceis para a gestão da mudança é o acompanhamento que requer para os colaboradores assumirem as transformações, entendê-las, gerí-las, pô-las a favor da organização.

Recomendamos: Mercado laboral: as 4 profissões do futuro.

É fundamental contar com um capital humano adaptável, flexível e inovador a partir do processo de seleção. Isto vai permitir assumir com sucesso as transformações, otimizar os processos internos e acelerar a curva de adaptação à mudança que a organização exija para manter seu desempenho nos níveis esperados.

Em conclusão, devemos reconhecer o enorme valor do capital humano para a organização. Se se fizerem os processos adequados de seleção, promoção de cultura organizacional, treinamento, plano de carreira e planos de desenvolvimento, o investimento que isto implica será muito menor em relação ao retorno gerado para as organizações e, mais importante ainda: o desenvolvimento e motivação que provocará nos colaboradores será vital para otimizar a produtividade.

Avalie o desempenho de sua equipe facilmente e aumente a produtividade e a retenção de talentos em sua organização