Recursos Humanos

5 Fatores chave para um processo de outplacement de sucesso

O outplacement* se converteu em uma ferramenta fundamental para os colaboradores que estão deixando a organização e para as empresas que querem extender sua responsabilidade social para a comunidade. Mas, como fazer com que a empresa possa manter sua reputação de marca e converter este momento de transição no motivo pelo qual outros profissionais talentosos a procurem para trabalhar?

Na empresa colombiana Vantage Point identificaram 5 fatores que fazem do outplacement um processo de sucesso:

1. Conheça as necessidades de seus colaboradores

Nem todos os colaboradores que saiem da emprsa querem se mudar para outra. Alguns querem empreender, estudar ou tomar um tempo para decidir um novo rumo profissional. Em Vantage Point buscam acompanhar em um primeiro momento a área de Recursos Humanos para conhecer e diferenciar os objetivos dos profissionais.

É indispensável assessorar um profissional desde seu projeto de vida se seu objetivo é estudar, viajar ou compartilhar mais tempo com sua família, e não orientar o outplacement desde as estratégias de busca laboral, quando não é sua prioridade.

Recomendamos: 3 Razões para reconhecer o trabalho de seu talento humano

2. Empodere os colaboradores e líderes

Uma notícia de downsizing, rightsizing, venda ou aquisição de uma empresa não é fácil de assimilar. O que nos leva a entender que o processo de outplacement é mais frutífero quando a empresa envolve seus colaboradores e líderes nas ações que estão tomando para os acompanhar. Líderes e colaboradores comprometidos com o processo, fazem com que os recursos investidos nas ferramentas sejam realmente aproveitados.

3. Diferencie o tipo de população a que se vai dirigir

Para facilitar o processo, é essencial segmentar os colaboradores. Esta segmentação pode ser por níveis, anos de experiência ou famílias de cargos. Ao diferenciar o público-alvo, as diretrizes são mais eficazes; no fim serão oferecidas as mesmas ferramentas a quem até agora está iniciando no mercado laboral e a quem têm vários anos nele.

Leia também: 3 Estratégias para fortalecer seu employee engagement

4. Escolha uma empresa de outplacement que seja flexível e possa se adaptar a sua cultura organizacional

Aplicar processos padronizados sem que obedeçam à estratégia do negócio ou que vão contra a visão da empresa pode ser contraproducente. Em Vantage Point sabemos que o sucesso do outplacement está no alinhamento com as razões da mudança, assim como nossa capacidade para trabalhar entre as condições da empresa e a situação dos colaboradores. A empresa consultora deverá sempre ter a capacidade para se adaptar à organização, não deve ocorrer o contrário.

5. Crie uma equipe de trabalho

Tenha em conta que a área de Recursos Humanos pode também estar dentro do processo de outplacement. Por isso, se recomenda estabelecer alguns protocolos que assegurem e apoiem o processo até ao final. Junte-se a outra área para que também possa acompanhar, estar atento ao que foi contratado e organizado, garantir que, na sua ausência, o resultado e a qualidade serão mantidos.

Construir uma relação empresa-colaborador é, sem dúvida, uma tarefa complexa. Ser acompanhado por um excelente aliado facilita esta tarefa. A reputação de sua marca e a dos profissionais que a acompanham deve continuar sendo sua prioridade. Por fim, nos Recursos Humanos, a preocupação principal é o posicionamento de nossa marca empregadora e, essencialmente, assessorar os colaboradores em suas necessidades.

*Outplacement: Transição laboral e de carreira. Ferramentas/diretrizes para facilitar o processo de re-entrada no mercado laboral ou transição para outro momento profissional e pessoal, do colaborador durante a desvinculação.

Avalie o desempenho de sua equipe facilmente e aumente a produtividade e a retenção de talentos em sua organização