Recursos Humanos

9 Passos para o sucesso no processo de onboarding

Para começar, a palavra “onboarding” não é suficientemente reconhecida como o processo de integração de um colaborador em uma organização. Na América Latina, por exemplo, esse processo ainda é chamado de processo de indução.

O onboarding é o processo de receber um novo membro da empresa, tanto em relação ao seu posto de trabalho como às suas tarefas específicas, sua equipe de trabalho e os requisitos e normas a cumprir. Esta primeira fase de integração do novo membro da organização é a tarefa mais importante que os recursos humanos executam.

Recomendamos: 5 Conselhos para conseguir a felicidade de seus colaboradores

O processo de onboarding joga um papel muito importante na melhoria dos seguintes aspectos: impacto na produtividade, retenção de bons talentos e descentralização.

Leia mais sobre: O Clima Laboral e sua influência na Produtividade da Organização

Para que os processos de onboarding sejam ainda mais eficientes e ofereçam maiores benefícios às empresas, as seguintes etapas devem ser levadas em consideração:

  1. Alinhar as expectativas dos responsáveis ​​pela execução do processo de onboarding e com as dos responsáveis da área para a qual o novo membro entrará.
  2. Realizar atividades e cumprir os requisitos de pré-onboarding. Isso significa que o novo membro deve saber quais os documentos necessários para sua integração na organização.
  3. Dar a oportunidade ao novo membro da equipe participar das atividades da equipe executiva.
  4. Demonstrar e viver verdadeiramente os valores sob os quais a organização é governada, em vez de simplesmente os dizer levianamente.
  5. Empoderar seus funcionários o suficiente para que a pessoa que entra na organização tenha uma boa imagem da organização..
  6. Empoderar as pessoas que tenha entrado recentemente a organização.
  7. Dar feedback oportunamente para identificar e corrigir possíveis erros que possam prejudicar a organização.
  8. Automatizar os processos e adicionar interactividade. Isso significa que o compromisso dos colaboradores e de todos na organização aumenta.
  9. Realizar pesquisas de rastreio que mostrem os aspectos positivos e os negativos do processo de onboarding; desde o primeiro contacto que você tem com o candidato, até à seleção do candidato e à vinculação deste com a organização.

Avalie as competências de seus colaboradores e descubra o potencial dos talentos ocultos em sua empresa

Estes passos não só permitirão que a entrada do novo membro seja agradável, mas também assegurará uma maior retenção de seu talento. É importante lembrar que o processo de onboarding não termina no processo de entrada da pessoa selecionada.

Este processo continua durante um determinado período até o momento em que o candidato pode demonstrar resultados por si mesmo. O onboarding deve cumprir algumas metas para o candidato selecionado em determinados períodos. Esses objetivos são os seguintes:

Dentro de um período de 30 dias, o candidato deve:

  • Aprender a utilizar as ferramentas necessárias para desenvolver seu trabalho.
  • Estar à vontade e agir de acordo com a cultura da empresa.
  • Saber mais sobre o produto e conhece-lo em profundidade.
  • Completar um objetivo ou um pequeno projeto que tenha sido estipulado para ser cumprido durante o período de 30 dias sem qualquer inconveniente.

Dentro de um período de 60 dias, o candidato deve:

  • Completar um grande projeto ou meta que tenha sido estipulada para ser cumprido durante o período de trabalho de 60 dias.
  • Colaborar e trabalhar com outras equipes que não são necessariamente da sua área de trabalho.
  • Fazer das reuniões semanais parte da rotina diária.
  • Aprender a quantificar seus próprios resultados e cumprimento de metas.

Dentro de um período de 90 dias:

  • Concluir um projeto de forma independente e ser capaz de apresentá-lo na área a que pertence.
  • Assumir maiores responsabilidades e casos de estudo realizados pela empresa.
  • Conseguir executar todo o tipo de atividades.

A equipe de recursos humanos nas empresas, responsável pela exploração e retenção de talentos humanos, está buscando novas estratégias para melhorar o processo de onboarding. Uma das estratégias que os recursos humanos estão usando para otimizar esse processo é pedir ajuda ao departamento de marketing.

O departamento de marketing está se integrando nos programas de recrutamento e onboarding, para os quais contribuem com a criação de simulações que permitem aos candidatos saber o que podem vir a executar na organização.

Leia mais: Recrutamento: Como escolher o candidato ideal

As organizações vão ter dificuldades sempre e quando a taxa de rotação for elevada, já que estão investindo muito tempo e recursos nos processos de recrutamento e onboarding. Assim, o onboarding é crucial para a organização. Com um plano sólido e claro de onboarding, é possível reduzir a rotação de empregados e passar o foco para o que verdadeiramente importa: o crescimento da empresa.

Recomendamos: As 5 razões para explicar uma alta taxa de rotação laboral

Avalie o desempenho de sua equipe facilmente e aumente a produtividade e a retenção de talentos em sua organização