Recursos Humanos

9 Princípios chave para motivar seus colaboradores

Os executivos sabem que a motivação dos colaboradores é um fator fundamental para cumprir com as meltas que têm sido traçadas para sua organização. No entanto, muitas vezes se desconheça a maneira mais adequada de manter a motivação elevada dos membros de nossas equipes de trabalho.

Na atualidade, as organizações precisam de profissionais comprometidos e consistentes no cumprimento de suas tarefas. Existem várias ferramentas para ajudar a melhorar os níveis de motivação, algumas delas exigem mais esforço e recursos, mas não se trata de fazer coisas fora do comum.

Estes nove princípios do livro Desmotivados=Improdutivos, de Inmaculada Cerejido, são um guia para o conseguir:

1. Trabalhar em função dos objetivos

Todas as atividades que são feitas na empresa devem estar focadas em cumprir com as metas. Se uma pessoa que ocupa um lugar não conhece as metas de sua organização, ou não recebe um incentivo para cumprir as metas atribuidas, não trabalhará com motivação para alcançar o seu melhor desempenho.

2. Especialização em uma única atividade

Este princípio indica que o trabalho de uma pessoa se deve limitar a fazer uma única atividade. Ou seja, quanto mais específica for a tarefa a fazer, maior será sua eficiência.

Leia aqui: Guia para incorporar os millennials nas organizações

Isto pode chegar a ser complicado nas organizações que têm muitos colaboradores jovens. Por exemplo, é o caso dos millennials, que tentam fazer várias tarefas ao mesmo tempo.

3. Estabelecer hierarquias

É necessário estabelecer figuras de autoridade, quem deve transmitir aos outros as metas da organização. Um chefe autoritário pode ser muito desmotivante para sua equipe de trabalho. É importante clarificar que a hierarquia organizacional deve ter como base a integridade e o bom trato.

4. Autoridade e responsabilidade devem andar de mãos dadas

Cada grau de responsabilidade deve corresponder ao grau de autoridade. Por exemplo, não se pode responsabilizar uma pessoa se não lhe for dada a autoridade necessária para fazer essa tarefa; e vice-versa, não se pode dar autoridade a um funcionário se não lhe for dada a responsabilidade pelos resultados.

5. Estabeleça uma unidade de controle

É necessário definir apenas um chefe para cada equipe. Desta maneira, os colaboradores não terão que responder a mais de um superior. As organizações que permitem o egocentrismo da administração são ambientes nada compatíveis com a motivação profissional. Por isso, as empresas que são coerentes nas chefias, entre os valores e as ações; entre as palavras e os feitos; têm profissionais mais motivados.

Te pode interessar: Qualquer funcionário pode se converter em líder?

6. Divulgação de posições e organogramas

O ideal é que todos os colaboradores acessem aos documentos que contêm as descrições de cargo, or organogramas e manuais de comunicação e cultura, relatórios de metas, etc. Ao garantir seu acesso e difusão, os colaboradores sentirão que são parte de uma organização transparente com seus processos e políticas organizacionais.

7. Estabeleça um limite de controle

Isto significa que deve haver um limite quanto ao número de funcionários que devem dar contas a seu chefe. Há que ter em conta que ser um gerente implica tanto garantir que outros façam seus trabalhos como desempenhar suas próprias tarefas respondendo, por sua vez, a um superior.

8. Coordenação

Os resultados obtidos pela organização são o resultado do contributo dado por cada uma das áreas. Consegui-lo implica uma gestão organizacional coordenada entre cada um dos departamentos. No final, é muito motivador para todos os implicados no negócio ver seu contributo para alcançar as metas.

Leia também: 5 Fatores chave para um processo de outplacement de sucesso

9. Manter a continuidade

A verdadeira vocação de uma organização é manter-se ao longo do tempo. Por exemplo, as empresas que esgotam seus recursos para obter benefícios por um curto período de tempo, são organizações pouco sustentáveis e com funcionários desmotivados que não sentem que seu trabalho tenha um grande impacto.

Não é preciso investir vastas quantias e recursos em planos de benefícios que não serão aproveitados da melhor maneira pelos colaboradores. Os benefícios monetários não são os únicos que funcionam para motivar o pessoal. Esforços simples podem ser mais eficazes na hora de manter sua equipe comprometida para que eles dêm o melhor de si no desenvolvimento de suas funções.

Avalie o desempenho de sua equipe facilmente e aumente a produtividade e a retenção de talentos em sua organização