Recursos Humanos

As 4 dimensões da liderança transformacional

Dentro das organizações é de alta importância avaliar os estilos de liderança que se usam. Isto faz-se para determinar se a liderança empregada vai de acordo com a cultura da empresa, se está sendo benéfica para os colaboradores e se está ajudando a garantir a efetividade da empresa.

Que a liderança seja adequada dentro da organização é importante já que os líderes vão ajudar a motivar os colaboradores, levar a empresa por bons e maus momentos e criar uma satisfação mais alta no local de trabalho.

Nesta entrada vamos explorar a liderança transformacional, também conhecida como a liderança carismática. No estilo transformativo pode-se dividir em quatro dimensões que exploraremos para clarificar como este se pode aplicar dentro de sua empresa.

As características que definem este estilo de liderança são colaborativas, existe muita delegação, participação de ambas as partes e apoio para criar confiança mútua. A relação face ao chefe tem que ser de confiança, admiração e lealdade, já que a relação é uma via dupla, com um nível alto de compromisso com os objetivos, não só da equipe, senão também da empresa.

  1. Influência idealizada

A primeira dimensão que conforma este estilo de liderança é a influência idealizada. Nesta dimensão avalia-se como os líderes são idealizados pelos colaboradores e os efeitos que isto tem no cumprimento das metas e objetivos de cada um dos empregados.

O alto nível de confiança que tenha o colaborador em seu líder faz com que estejam dispostos a assumir riscos e metas que provavelmente seriam desafios importantes para suas carreiras profissionais.

Nesta dimensão é importante ressaltar a importância de como a atitude que tenham os líderes provavelmente influenciará como os colaboradores vêem o trabalho que está sendo realizado.

  1. Motivação inspiracional

A segunda dimensão conhece-se como motivação inspiracional já que se refere ao método que utilizam os líderes para gerar esse compromisso organizacional que necessitam seus colaboradores. Inspirar os colaboradores não é uma tarefa fácil, porém se se faz de maneira efetiva, isto poderia conseguir com que as metas que se proponham sejam ainda mais ambiciosas do que querem e esperam os chefes.

  1. Estimulação emocional

Em terceiro lugar analiza-se a estimulação emocional que deve propiciar um líder para que seus colaboradores possam aumentar seu rendimento. Esta dimensão refere-se a como os líderes criam, inovam e desenvolvem novas aproximações para a solução dos conflitos. Não só são importantes as habilidades de criatividade do líder, mas também como promove esta atitude dentro de sua equipe de trabalho.

Dar a oportunidade aos colaboradores para que cheguem a uma solução inovadora por caminhos alternativos ajuda dar força aos colaboradores que por sua vez desenvolvem o talento humano dentro da empresa.

  1. Consideração individualizada

Para completar, o líder transformacional deve fomentar uma consideração individualizada. Esta dimensão refere-se à necessidade de responder às necessidades de cada um dos colaboradores em separado.

Ao reconhecer a individualidade de cada uma das pessoas da empresa o chefe pode oferecer apoio ou coaching para que seus colaboradores sintam que não são só mais um no meio de tantos, mas que são valorizados por sua individualidade.

Em conclusão, o estilo de liderança transformacional parece abarcar dimensões importantes que garantem que exista um melhor desempenho dos colaboradores dentro da empresa. É fundamental como primeiro passo que o departamento de recursos humanos possa identificar o estilo de liderança que mais se adapte a sua cultura e assim podem começar a gerar uma mudança que vá significar melhoria no rendimento de todos os empregados.

Avalie o desempenho de sua equipe facilmente e aumente a produtividade e a retenção de talentos em sua organização