Recursos Humanos

Por quê a cultura organizacional do Netflix é a chave de seu sucesso?

Netflix é uma das empresas de maior sucesso do planeta. A empresa criada por Reed Hastings e Marc Randolph em 1997 não reinventou apenas a forma como vemos filmes e seriados com seu serviço de streaming, mas também é uma referência de cultura organizacional que pode ser um exemplo a seguir para muitas empresas.

O sucesso de Netflix é inquestionável. No primeiro trimestre deste ano conseguir receitas de mais de 3.700 milhões de dólares e já conta com mais de 117 milhões de subscritores em mais de 195 países. No entanto, isto não é conseguido com sorte nem com improviso. É o resultado de uma cultura organiacional orientada para impulsionar o desempenho, a criatividade e a responsabilidade dos funcionários.

Leia mais: Cultura organizacional, chave para o sucesso de uma empresa

Por isso, vamos explicar os rasgos da cultura organizacional da Netflix para que os possa adaptar em sua empresa. Vejamos:

  1. Os valores são chave

Os valores não se podem deixar apenas no papel. Na Netflix empenham-se em cada um dos seus funcionários ponham em prática uma série de valores e habilidades como a curiosidade, a paixão e o bom julgamento para conseguir uma produtividade excepcional.

  1. Alto rendimento

Não Netflix não se mede o desempenho de um colaborador pelo número de horas que trabalha no escritório, mas pela sua capacidade para alcançar grandes resultados. Os funcionários competitivos sabem o que fazer e como o conseguir e isso assegura uma cultura de criatividade, autodisciplina, liberdade e responsabilidade.

  1. Colaboradores lires e responsáveis

Muitas empresas cortam a liberdade dos funcionários e se tornam mais inflexiveis à medida que vão crescendo. O modelo da Netflix busca o contrário: aumentar a liberdade dos colaboradores em lugar de a limitar, convidando-os a trabalhar da maneira em que se sintam mais cómodos.

Te pode interessar: 4 KPIs para medir o desempenho de seus colaboradores

  1. Melhor contexto, menos controle

Os gerentes recebem melhores resultados ao criar um contexto adequado para sua equipe. Em vez de controlar os funcionários, proporcionam uma estratégia, definem indicadores, definem metas, dão feedback e tomam decisões de forma transparente.

  1. Altamente alinhado, ligeiramente rebocado

A Netflix opta por uma cultura organizacional em que os funcionários estejam alinhados, mas ligeiramente rebocados. O que significa isto? Quer dizer que os funcionários devem estar alinhados com a estratégia, as metas e os procedimentos, mas para realizar outras tarefas não devem se restringir por normas ou regras burocráticas.

  1. Oferecer um grande salário

Os salários na Netflix têm muito pouco que ver com os títulos dos colaboradores, e têm mais em conta o que um colaborador pode fazer. A mentalidade é pagar-lhes mais do que noutras empresas, pagar mais do que custaria uma substituição ou o que estariam dispostos a pagar para evitar que vão para outra empresa da competição.

Recomendamos: 3 Formas valiosas de dar salário emocional

  1. Desenvolvimento profissional

O desenvolvimento é um componente essencial para qualquer empresa. No entanto, na Netflix não existem planos de carreira nem outro tipo de programas formais. Os colaboradores crescem rodeados de colegas competitivos e enfrentando grandes desafios e o seu desenvolvimento se consegue através da experiência, observação, leitura e discussão.

Cada uma dessas características é uma parte de uma estratégia integral de recursos humanos. Ao mesmo tempo que asseguram um alto desempenho em cada uma de suas equipes, os funcionários desenvolvem suas competências e têm a capacidade de tomar decisões que são retribuidos com benefícios que aumentam seu compromisso e asseguram sua fidelização na empresa.

O objetivo da Netflix é ser uma empresa grande, ágil e flexível. Mesmo que nem todas as características de sua cultura se ajustem às dinâmicas de todas as organizações, há muitos aspectos positivos que podem ser postos em prática para conseguir um enfoque de alto rendimento onde se priveligie o compromisso, a inovação e a integridade dos funcionários.

RECEBA O EBOOK: COMO GERENCIAR A CULTURA ORGANIZACIONAL

Referências

Parr, A. (26 de Julho de 2016). Select International. Recolhido em goo.gl/44XUu4.

Hastings, R. (1 de Agosto de 2009). Netflix Culture Deck. Recolhido em goo.gl/pEQB9a.