Recursos Humanos

Os 5 momentos mais adequados para dar feedback aos colaboradores

Dar feedback. Um processo que desperta ódios e amores nos chefes pela dificuldade em encontrar o momento e o tom adequados para dar feedback aos colaboradores. Eu mesmo já estive nesse lugar e experienciei a incerteza de não saber como ou quando devo expressar meus comentários aos membros da equipe.

No entanto, também sei que o feedback, quando é bem dado, é uma ferramenta de grande poder. Isto porque representa uma chance única para estreitar laços com o colaborador e transmitir a ele os valores da cultura organizacional. Quando o feedback é dado no momento oportuno, e se repete frequentemente, a empresa se converte em uma referência de crescimento.

Leia também: 6 Conselhos para dar feedback eficaz aos seus colaboradores

Por isso, vou explicar aqui cinco situações da minha experiência como CEO para dar feedback. Vejamos:

  1. Quando um colaborador comete um erro

Não importam as habilitações escolares ou a experiência, no fim, todos podemos cometer erros em nossos postos de trabalho. Quando existe alguma dúvida, a primeira coisa que faço é retirar lições dessas falhas do colaborador e tente dizer-lhe alguma coisa do género:

Eu sei que você se sente mal com o que aconteceu. Eu também não estou feliz com esse erro. Você tem potencial para alcançar melhores resultados. Por essa razão, quero encontrar com você as lições que esse erro permite retirar e analisemos o que você poderia fazer melhor da próxima vez para evitar que ele se repita novamente.

  1. Quando um colaborador está pouco comprometido

É fácil notar a falta de compromisso em um colaborador: dá desculpas, não ajuda os seus companheiros de trabalho, é distraído e demonstra sua falta de entusiasmo no desenvolvimento de suas funções. Neste caso, o mais importante é conhecer a causa e oferecer ajuda para encontrar uma solução:

Não falo apenas por mim quando digo que você tem estado um pouco distraído e menos motivado do que poderias estar. Isso me preocupa porque está afetando a qualidade do seu trabalho. Qual é a razão para isso? E o que possa fazer para que você possa estar novamente satisfeito em seu trabalho?

Recomendamos: Por quê a cultura organizacional da Netflix é a chave do seu sucesso?

  1. Quando um colaborador transmite fofocas e rumores

As fofocas criam um ambiente laboral cheio de mal-estar e desconfiança. Nesses casos, o feedback é uma ferramenta necessária para fazer frente à situação. O mais importante é fazer o autor dos rumores perceber o seu erro e pedir-lhe que não volte a fazê-lo:

Percebi que esteve falando de forma mal intencionada sobre este tema em específico. Estou desiludido e lamento verdadeiramente que penses assim. Quero que saibas que sempre pode falar comigo sobre suas inquietações ou problemas em vez de transmitir rumores, pois criam um ambiente negativo.

  1. Quando o desempenho de um colaborador está pior

Após fazer uma avaliação de desempenho, podemos ver que o rendimento de um colaborador piorou. Se é este o caso, motive-o a encontrar estratégias em conjunto, como um PDI (Plano de Desenvolvimento Individual), para que o colaborador possa voltar ao mesmo nível de desempenho de antes.

Notei algumas mudanças em seus hábitos de trabalho durante o último mês. Sei o quão produtivo és e como trabalhas para alcançar bons resultados, por isso quero saber se tens problemas com os quais eu possa te ajudar para que você tenha um melhor desempenho. Que dificuldades teve em seu trabalho?

Recomendamos: 6 Sinais para identificar um clima laboral tóxico em sua empresa

  1. Quando um colaborador alcança as metas

Assim como se assinalam os erros e as áreas de melhoria nos dias de feedback, também é importante que os chefes reconheçam as conquistas e méritos alcançados pelos funcionários para melhorar o seu compromisso. Nesses casos, tento sempre dizer algo como:

Estou muito contente com o resultado que alcançou. O seu compromisso com a empresa é evidente e quero reconhecer o seu esforço. Me sinto muito sortudo por ter você em nossa equipe e gostaria de o ajudar a se desenvolver em nossa empresa.

Nos 10 anos que levo a liderar a Acsendo, aprendi que um feedback sincero, positivo e dá-lo no momento adequado pode melhorar a confiança dos colaboradores e motivá-los a continuar dando seu melhor esforço. O feedback não serve para fazer o colaborador se sentir mal, pelo contrário, é uma oportunidade para ser seu aliado e ajudá-los a ser melhores profissionais.

RECEBA O GUIA FUNDAMENTAL PARA DAR FEEDBACK EFICAZ EM SUA ORGANIZAÇÃO