Recursos Humanos

Por que é que meu talento humano abandona a empresa?

A rotação do talento humano é uma situação que se apresenta em todas as organizações sem importar seu tamanho ou setor do mercado. Ainda que seja um processo normal, muitos chefes não estão preparados para cobrir a baixa, surpresa ou não, de um dos empregados, ainda mais quando se trata de um colaborador de grande confiança e desempenho destacado.

O problema aparece quando a rotação se converte num denominador comum na empresa. A mudança contínua de colaboradores afeta o desenvolvimento dos processos tanto internos, como externos da empresa, diminui a produtividade, desajusta as equipes de trabalho e consome tempo valioso dos superiores en formações de treinamento.

Ainda que as empresas saibam que a saída de seus colaboradores é uma possibilidade que sempre está presente, na maioria delas surpreendem-se quando tal sucede. Sem embargo, existem algumas razões muito pontuais que levam seus colaboradores a abandonar a organização e que podem identificar-se atempadamente para evitar a escalada dos índices de rotação e a diminuição da produtividade e compromisso na empresa.

A pergunta então é a seguinte: por que deixam a empresa meus empregados? E a resposta pode encontrá-la em alguma das seguintes razões:

  1. Seus empregados não se sentem parte da empresa:

As pessoas necessitam saber que seu trabalho é valioso, que a empresa e seu chefe os apreciam e que o seu contributo é realmente necessário para o cumprimento dos objetivos. Em muitas ocasiões eles se sentem à deriva, não têm claras suas tarefas nem objetivos e não sabem qual é o papel que desempenham dentro da empresa.

Avalie o desempenho de sua equipe facilmente e aumente a produtividade e a retenção de talentos em sua organização

Esta sensação é determinante para decidir procurar outra alternativa laboral. A empresa deve assegurar-se de difundir e cultivar a missão, visão e os valores por toda sua equipe e atribuir funções, tarefas e objetivos a cada um de seus colaboradores. Uma comunicação fluida e uma retroalimentação constante permitem manter as pessoas satisfeitas e comprometidas com seu trabalho.

  1. Seus empregados não sabem como fazer seu trabalho:

Alguns chefes assumem que uma pessoa recém contratada para ocupar um cargo sabe como fazer seu trabalho sem nenhum tipo de orientação. É claro que se um colaborador superou todos os processos de seleção, é porque está capacitado para realizar o trabalho para o qual foi eleito, mas a empresa deve realizar um acompanhamento que lhe permita conhecer a fundo suas funções, tarefas e objetivos.

É necessário explicar, demonstrar, guiar e finalmente permitir que o empregado comece a realizar seu trabalho. Tome o tempo adequado para se assegurar que cada um de seus novos colaboradores conhece realmente o funcionamento dos processos da empresa e particularmente os que o envolvem diretamente.

  1. Seus empregados não recebem retroalimentação

A retroalimentação, também conhecida como feedback, é crucial para consolidar o compromisso e a motivação de seus colaboradores. As pessoas não esperam unicamente receber um salário por seu trabalho cada mês, eles necessitam saber se estão fazendo as coisas corretamente ou se devem mudar seus métodos de trabalho e as estratégias que estão usando para cumprir com seus objetivos.

À medida que os millenials vão tomando maior protagonismo dentro da força organizacional em todo o mundo, é fundamental que as empresas estabeleçam os canais adequados para que eles recebam retroalimentação contínua, objetiva e construtiva com respeito a seu desempenho.

Acabámos de escrever algumas das situações que as pessoas levam em conta na hora de abandonar seu emprego. Ainda que muitas vezes não seja intencional, estas más práticas produzem os mesmos resultados: confusão, baixo rendimento, desmotivação, falta de compromisso e finalmente a constante entrada e saída de empregados, o qual reduz notavelmente a produtividade e credibilidade da empresa.

Uma empresa que não conte com um sistema eficaz de avaliação de desempenho, que não entregue retroalimentação a seus colaboradores e que não os acompanhe e supervisione durante seu processo de adaptação, não poderá maximizar o rendimento de seu talento humano e muito menos comprometê-lo, nem conseguir a satisfação que todas as pessoas procuram ao ocupar um cargo em qualquer organização.

Avalie o clima organizacional de sua empresa e melhore a produtividade de suas equipes e colaboradores