Recrutamento

Porque deveria começar a recrutar nas redes sociais?

Atrair e captar o talento humano melhor qualificado é uma das tarefas mais complexas para a área de Recursos Humanos. É evidente que as estratégias convencionais começaram a ficar curtas face às crescentes exigências das organizações a respeito do perfil que buscam para cada cargo, o que permitirá contar com equipes dispostas a alcançar os resultados projetados.

É por isso que muitas empresas tenham começado a adotar o recrutamento 2.0, também conhecido como Social Recruiting, para cubrir as vagas ao interior de suas equipes de trabalho. O que implica, primeiro, participar ativamente das dinâmicas de cada rede social e, segundo, contar com uma cultura organizacional sólida e competitiva que seja atrativa para os melhores talentos.

Recomendamos: 5 Tips para um processo de recrutamento de sucesso

Dentro das redes sociais mais frequentadas pelas empresas para realizar seus processos de recrutamento e seleção se encontram LinkedIn, Facebook, Google+, Xing e Instagram. Sendo o LinkedIn uma das mais importantes por ser a maior rede profissional da internet. Agora bien, vamos mostrar porque deveria começar a recrutar nas redes sociais:

  • Aumenta a quantidade de candidatos disponíveis

Pode acessar candidatos tanto passivos como ativos e terá informação mais detalhada sobre suas aptidões profissionais. Para além disso, pude obter informação relacionada com seus gostos, passatempos e habilidades suaves (soft skills) e saber se seu perfil está alinhado com sua cultura organizacional.

  • Poderá filtrar os candidatos que se ajustem ao perfil requerido

As ferramentas digitais simplificam a tomada de decisões ao permitir os departamentos de R.H. identificar os candidatos qualificados, interagir com eles e convidá-los a fazer os testes pertinentes para entrar na organização.

Leia também: Os benefícios e desafios do recrutamento móvel

  • Alta difusão das vagas

Se publica uma oferta com alto conteúdo de valor e implementando as estratégias adequadas, se difundirá rápidamente por toda a rede social e conseguirá um maior número de candidaturas de possíveis candidatos. Para o conseguir é fundamental que o perfil empresarial seja chamativo e competitivo.

  • Segmentação de buscas

Segmentar torna mais sensível distinguir os candidatos apropriados dos que não cumprem os requisitos mínimos. Pode escolher o nível de formação e os perfis profissionais para melhorar os resultados da busca. No fim, poderá validar a informação que os candidatos transmitem.

  • Poupança de tempo e custos

Ao usar as redes sociais automatiza o processo de seleção e elimina a necessidade de publicar as ofertas nos classificados do jornal, se reduzem os tempos de rotatividade para cobrir as vagas na organização e se suprime a necessidade de pagar um portal virtual de emprego para publicar as vagas.

Te pode interessar: 7 Conselhos para conduzir uma entrevista de recrutamento com êxito

As redes sociais permitem impulsionar a aquisição de Talento Humano obtendo informação detalhada sobre os candidatos interessados em fazer parte de sua equipe de trabalho e assim, estes podem conhecer a fundo a razão de ser, a estrutura e a reputação que a organização tem. Se trata de uma relação win-win em que ambos beneficiam ao otimizar o uso de seu tempo e recursos.

Na Acsendo também fazemos uso das redes sociais para recrutar o melhor talento humano. Ainda que, por vezes surjam dificuldades, seu uso é uma vantagem para a área de R.H., e nos ajudaram a posicionar nossa marca como uma experiência laboral reconhecida por suas boas práticas. No fim, ao implementar seu uso aumentará o amor pela marca tanto dos colaboradores atuais como dos potenciais.

Avalie o desempenho de sua equipe facilmente e aumente a produtividade e a retenção de talentos em sua organização